Arquivo da tag: mural

Escada da Elisa

660B4617-8132-4463-8307-72ED1CF5955B55C8AB1B-5D4C-4870-8F18-B1CAC7C4FAC5

A Elisa querida (prima por afinidade) me convidou para desenvolver um projeto personalizado para a entrada da sua casa. Por ser brasileira e morar nos EUA, pediu algo que lembrasse a nossa cultura e que oferecesse um destaque para a pintura das bananas no topo da escada.

Conversamos algumas possibilidades, entre parede de um lado e do outro, e decidimos por fim trabalhar os espelhos da escada. A idéia original foi a de aplicar tecidos de chita, que haviam sido usados na decoração da sua festa de casamento, mas ela tinha um único modelo e ficou um pouco intenso demais. Sugeri desenvolver degrau a degrau com estampas inspiradas nos desenhos da chita mas com uma paleta mais sóbria.

2016-04-02 15.00.58

O trabalho foi longo mas valeu cada desconforto de posição! haha

2016-04-04 14.09.34-1.jpg

Alcançamos nosso objetivo: os amigos que visitaram ficaram boquiabertos e encantados. A cliente adorou o resultado final e saí de lá muito feliz, afinal, pintar espelhos de escada era algo que eu queria fazer há anos e enfim uma cliente curtiu a proposta.

2016-04-11 13.30.15-1

2016-04-11 17.19.31.jpg

2016-04-04 23.33.38.jpg

2016-04-11 17.20.16.jpg

E você? Tem uma escada e gostaria de um trabalho semelhante? Entre em contato para um orçamento. fercaggiano@gmail.com

#arte #pintura #de<3

Fer

Anúncios

Café Quero Mais, Santo André

car-06-05 09.31.07-2

Hoje abre o Café Quero Mais em Santo André! Além de desejar sucesso para a minha cliente, vou contar um pouquinho de como participei dos preparativos.

Há uns 3 anos atrás fiz os quartos dos filhos da Rê, dona do café. Um tempinho depois ela me convidou para fazer a fachada do Café em São Caetano e recentemente me chamou para fazer um mural na nova unidade, em Santo André.

Ela me apresentou uma referência para direcionar o trabalho mas me deixou livre para escolher como fazer. Usei a idéia principal da referência mas conduzi de uma forma um pouco mais fluída, e adicionei as palavras nas laterais para chamar os clientes sobre o tema do espaço.

O mural é na altura do mezzanino, então trabalhei sobre um andaime. Ahhh… adoro!

andaimepb

andaime2

andaime3

Depois de riscar a base do trabalho, comecei a elaborar a pintura.

1 05-23 12.52.40

2-05-23 14.32.49

3-05-30 09.34.13

A idéia original era monocromática, mas pediram um pouco de cor e eu achei que cabia, então voilá: aquarela!

4-05-30 12.37.17

Esse sobe e desce do andaime é um pouco cansativo mas essencial. Você precisa analisar o trabalho de longe, visualizar e então retornar para fazer o detalhamento.

5-05-30 12.43.32

6-05-30 14.32.55

7-05-30 17.33.42

8-05-30 17.35.35-1

O trabalho completo ficou assim:

9-07-09 11.41.43

Fiz uma intervenção pequena nos lavabos, transferindo as linhas orgânicas até eles e assim amarrando a linguagem do trabalho do mural para o outro lado do café.

wc-07-09 14.24.15

Também elaborei a lousa, que podem conferir neste post.

Mais uma vez, sucesso Rê! Tenho muita sorte com meus clientes, sempre pessoas fantásticas. E fico especialmente feliz quando sou chamada para novos projetos por clientes recorrentes. 🙂

com amor,

Fer

Café Quero Mais

IMG_7916

No ano passado pintei dois quartos infantis para uma familia em São Caetano. Este ano a cliente me convidou para fazer o muro do seu café, no mesmo bairro. Fico muito feliz quando clientes pedem novos trabalhos; isso me mostra que o trabalho que executei anteriormente foi realmente bem sucedido.

Estudei as fotos do local e ruminei a idéia por alguns dias. O café está localizado em uma esquina mas só era visto por uma das ruas. Na outra, o muro longo e vazio fazia o café passar desapercebido. A proposta era trabalhar aquela área de forma que as pessoas notassem o ponto.

foto1

A primeira sugestão foi sobre a cor de base. Recomendei que pintassem com o mesmo tom alaranjado utilizado na área interna. É um tom quente e convidativo.

Pesquisei a melhor linguagem a ser trabalhada e optei por um estilo de lousa de bistrô, complementado por mesinhas e silhuetas para indicar o movimento de um café.

Lá fomos nós!

Eu , Cauê em sua primeira jornada de acompanhante num trabalho da mãe, e a super nany, minha parceira de pratica budista.

2014-03-22 22.50.15

Foi gostoso trabalhar em uma cidade onde as pessoas ainda se cumprimentam na rua. A cada pincelada alguém parava para perguntar sobre o tema, o estilo e elogiar a minha habilidade. “Sim, tudo feito à mão livre”.

2014-03-22 15.47.17

 

2014-03-22 15.47.46-2

Saí satisfeita com o resultado e espero que a pintura gere a atenção desejada. Sucesso para o café Quero Mais!

Lar Sant’Ana

Esta semana participei de um projeto super interessante. Tanto pelo aspecto artístico – um desafio para mim – quando emocional. Minha amiga Alice me convidou para executar um mural de 3.50×3.50m no Lar Sant’Ana, uma casa para idosos pertencente à Liga das Senhoras Católicas.

O desafio era trabalhar numa linguagem naturalista, que eu não tinha a menor experiência, de forma aquarelada e suave, que eu só havia explorado mais intensamente em papel, para acompanhar o trabalho que já estava sendo feito em outra parede na mesma sala.

A nossa parede em branco e a parede já em andamento da Belinha.

Fiquei lisonjeada pela confiança depositada nas minhas habilidades, especialmente porque era um trabalho que minha parceira também não tinha experiência e acreditou que eu poderia conduzir o nosso barco.

O primeiro passo foi super fácil: transferir o desenho para a parede. Realmente, isso é algo que faço com tranquilidade. Em alguns minutos tínhamos nossa árvore desenhada e a composição básica resolvida. Dimensão para mim nunca foi empecilho, inclusive, trabalhar áreas grandes me traz imensa felicidade!

Desenvolvemos o projeto com a mesma palheta de cores que já estava sendo usada no mural da Bela. Basicamente verdes, marrons e vermelhos não saturados.

O primeiro desafio da Alice foi trabalhar uma bromélia. Fiquei orgulhosa em ver seu desenvolvimento. Sem hesitação, mas com humildade, fez uma primeira versão um tanto dura que acabamos cobrindo para uma segunda tentativa. Essa sim já saiu ótima, dentro da proposta, bem executada.

O meu primeiro desafio foi tropicalizar. Isso mesmo. Conectar com a nossa natureza e trazer para o mural um trabalho com ar brasileiro, naturalista. A bromélia que desenhei, por mais brasileira que fosse, segundo observação da Li, saiu um tanto oriental! HAHA! Acho que o período que passei como residente no templo budista ainda reflete explicitamente no meu trabalho.

No dia seguinte trouxe som e ouvimos MPB para criar uma atmosfera mais adequada. Incluí palmeiras, coqueiros e quantas mais folhas de franjinha pude lembrar. Isso amarrou um pouco mais nossa parede com o trabalho do outro mural. Agora estávamos na direção certa.

 

Produzimos muito nessa semana, trabalhamos por horas seguidas mas claro, sem perder a alegria. Conviver com a Alice é mágico.. você entra num universo leve, campestre e com direito até a pic-nic.

Detalhamos, detalhamos e detalhamos. Foi difícil assumir que já estava bom o suficiente. Acho que se não tivéssemos determinado um prazo, ficaríamos facilmente trabalhando um mês inteiro nesse mural.

 

Enfim nos demos por satisfeitas e entregamos a obra. Espero que esse trabalho possa trazer muita felicidade ao grupo de pessoas que convive no Lar Sant’Ana.

Com Amor.

Fer, Alice e a obra.